31 maio, 2010

Ele é a essência da graça.

Graça e misericordia são gêmeas fraternas. Iniciaram-se na mesma pessoa, brotaram da mesma fonte e apareceram simultaneamente, mas elas não são idênticas. A misericordia não nos dá o que merecemos; a graça nos dá o que não merecemos.
"Graça" denota benevolência, bondade e benefício. Evoca alguém superior oferecendo favor a um inferior, que não o merece. A graça do Senhor inclui favor imerecido, aceitação inesperada e amor incondicional.
Jesus é o doador da graça (Jo 1.14-17). Uma pequena amostra desses "dons da graça" incluiem:
- Salvação (Ef 2.8)
- Adoção (Ef 1.5)
- Direito à Herança (Ef 1.11)
- Cidadania Divina (Fp 3.20)
- Santidade (Ef 1.4)
- Acesso a Deus (Ef 2.18)
- Perdão ( Ef 1.11)
- Preparação para o serviço (1 Pd 2.5-9)
- Habitação do Espírito Santo (Ef 1. 13)
- Armadura de Deus (Ef 6.10-18)
- e muito mais.
Por isso, a graça divina é chamada de multiforme, "Servi uns ao outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus". (1Pd 4.10)
O pecado não é impediemnto para a graça de Deus. Não importa o impacto do pecado;a graça de Deus é mais poderosa (Rm 5.20). Deus é um Deus doador. Ele dar por causa de seu amor e ama dar; a graça é um de seus maiores prazeres (Ef 1.5-9).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

  • Bem vindos!

    Minha foto
    "Se da graça e da misericordia de Deus eu viver consciente, se nelas eu crescer e se for grata por elas, minha vida glorificará ao Senhor!"

    "Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." Gn 1. 1

    "Saberás que EU sou o SENHOR e que os que esperam em mim não serão envergonhados" Is 49.23b

    Eis que Deus não rejeita ao íntegro, nem toma pela mão os malfeitores. [Jó, 8:20 ]