27 novembro, 2010

DEUS É FIEL...



            Fidelidade é a característica de um relacionamento contínuo de Deus com o mundo e do relacionamento desejado por um crente para com Deus e com os outros. O Antigo e o Novo testamento louvam a Deus por sua fidelidade e desafiam o povo de Deus a desenvolver a fidelidade em sua vida. A lealdade firme e a confiança inabalável são consideradas virtudes essenciais para o crescimento pessoal e espiritual.
            "FIDELIDADE" (gr. pistis) é uma das manifestações dos frutos do Espírito que diz respeito a lealdade e a integridade.. As escrituras ensinam que Deus é fiel (Lm 3.22,23). Jesus foi elogiado pelo Pai por sua fidelidade até à morte na cruz (Fp 2.7-10). Muitos daqueles que seguiam ao Senhor foram chamados de fiéis. Moisés foi fiel diante da opressão Hb 11. 23-25), e Rute foi fiel ao experimentar uma grande perda (Rt 1.16). A igreja primitiva foi fiel quando enfrentou perseguições (At 8.4), e Paulo o foi em seu ministério ( 2 Tm 4.6-8).
             Os crentes de hoje são chamados à fidelidade a Deus, a si mesmos e aos outros. Um crente é desafiado a manter a confiança firme em Deus, mesmo em meio às provações e ao sofrimento. A fidelidade a si mesmo é resultado da fé em Deus e vem antes da fidelidade a outros. A confiabilidade e compromisso com os outros são uma expressão essencial da fidelidade em amor e serviço.
             O Senhor disse: "ser fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" (Ap 2.10). A fé inabalável de um seguidor de Cristo será recompensada durante toda eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

  • Bem vindos!

    Minha foto
    "Se da graça e da misericordia de Deus eu viver consciente, se nelas eu crescer e se for grata por elas, minha vida glorificará ao Senhor!"

    "Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." Gn 1. 1

    "Saberás que EU sou o SENHOR e que os que esperam em mim não serão envergonhados" Is 49.23b

    Eis que Deus não rejeita ao íntegro, nem toma pela mão os malfeitores. [Jó, 8:20 ]