30 julho, 2010

O milagre de Deus na vida de minha filha!!!


--PS. Já postei este texto antes, mas sem esta foto ao lado. Gostaria de postá-la novamente e dar graças a Deus por tudo!--
Tenho motivos para agradecer a Deus por tudo que tem feito em minha vida e na vida de minha família, mas hoje em especial, quero falar sobre um milagre que Ele fez há exatos sete anos atrás. Sei, você pode até se perguntar, sete anos atrás e só agora você vai falar? Na verdade, não é segredo, muitas pessoas sabem desse milagre, mas quero compartilhá-lo com o mundo se for possivel, rsrs.
Há sete anos atras pude conhecer um pouco do Deus que ouvia falar todos os domingos e que lia sobre Ele nas páginas da Bíblia; pude perceber que o mesmo Deus que fez milagres, como o de Jó, o de Lázaro, abriu o mar para eu povo passar ileso e tantos outros poderia agir na minha vida também.
Bem, vamos direto ao assunto, no mês de novembro do ano 2002 descobri que estava grávida já tinha quase 4 meses, que alegria! que preocupação! E claro imediatamente procurei um médico e fui fazer a ultrassonografia. Nossa, eu estava cheia de entusiasmos, imagine que ja queria saber o sexo da criança, sem mesmo me deitar na mesa para fazer o exame! Mas eu nem sabia há quanto tempo estava gravida, nem fazia idéia...
Então, entrei na sala falei com o médico que me atendeu muito bem e tirou todas as minhas ansiedades, mas no fim, ao terminar o exame, ele me chamou para conversar no outro lado da sala. Minha mãe estava comigo e me acompanhou... Meu marido, apesar de ter ficado feliz - e com medo - pela notícia da gravidez não pôde me acompanhar (trabalho!), sei que também estava ancioso. Bem, o médico veio me explicar algumas coisas de como está cedo para falar sobre o sexo da criança, das precauçoes que deveria tomar a partir de agora, enfim, todas as recomendações médicas, e me falou que viu uma coisa diferente no bebê, e que apesar de ser sério e não precisava me desesperar pois teria atendimento e tratamento para isso. Eu perguntei: do que o sr. está falando exatamente, e ele me falou: seu bebê tem uma má formação que conhecemos como onfalocele (para saber do que se trata clique na palavra) que até então não temos certeza do quê o causa, seu liquido aminiótico é reduzido. Disse também que o intistino ja tinha saido pela metade e estava na placenta.
Houve um momento de silêncio... um longo e dificil silêncio. Minha mãe foi quem o quebrou perguntando ao médico o que era aquilo. Em meio a tantas explicações eu só pude entender que meu bebê não estava bem...e eu não sabia o que fazer!
O médico nos pediu um momento para fazer algumas ligações e saiu... me lembro de chorar, me lembro de orar, mas não me lembro de ter aceitado aquilo... não parecia verdade. Por que? me perguntei. Mas, procurei entender do que se tratava e como procurar ajuda em Deus!
Ao voltar, o médico falou que eu precisaria buscar ajuda no IMIP (clique para saber o que é e onde fica), no Recife, lá teria recursos medicos para este caso, assim como tantos iguais, piores ou não, ou diferentes que vão para lá. Como a demanda deste hospital é grande, tive que esperar em casa por uma vaga, já que teria que ficar internada para repor liquido e acompanhar mais de perto o crescimento do feto. A espera foi demorada, mas tinha que ir toda semana para o Recife para fazer os exames necessários. Nisso se passaram dois meses até que me ligaram falando sobre a vaga no leito. Fui para o hospital quando estava com seis meses e meio de gestação, passei pela triagem e fui direto para o leito. Após outros exames, veio o primeiro resultado de tantas oraçoes e pedidos ao Senhor Jesus, o liquido tinha normalizado e não precisaria fazer as aplicações que antes eram necessarias. Mas, agora, além do intistino, a bexiga tambem ja estava saindo, e estava 'boiando' na placenta.
Tinha outros exames marcados para o outro dia, e foi quando novamente o poder de Deus se mostrou - obrigada Senhor! - foi-se constatado que o bebê não tinha onfalocele e sim gastrosquise (clique na palavra), menos impactante e prejudicial para o feto, mas não menos preocupante. A diferença, necessariamente, estava no tamanho da abertura e nas sequelas que cada uma deixava. Pelo menos, o quadro de risco tinha caido pela metade. No fim do sétimo mês, após outra ultrassonografia, verificou-se que além do intistino e da bexiga o estômago também já estava saindo. Então houve a pressa para a cesariana.
Para incurtar um pouco, no periódo de internação antes do nascimento que foram exatos 30 dias, passei procurando entender o que Deus queria dizer com tudo aquilo. Lia a biblia diariamente e pedia a Deus sabedoria para entender os seus feitos, sem querer claro, ter a prepotência de entender os pensamentos de Deus, mas sim o que Ele queria me dizer com tudo aquilo...
O agir de Deus é lindo. Mesmo em meio a tempestade, a calmaria, a paz de espírito transborda de dentro da gente. Tinha certeza que mesmo meu bebê tendo que passar por uma cirurgia após o nascimento, o fato do quadro ter se revertido, ja era um grande passo.
Enfim, minha filha nasceu no dia -3 de maio de 2003, às 14:15 h numa tarde linda! Passou quatro horas na cirurgia e foi direto para UTI, onde passou dez dias sem comer nada. Tinha uma sonda que ia da boca ao estômago, que servia como canal para que toda a secreção cirurgica saisse. Chorava muito, mas não de dor, segundo os médicos era fome. Eu chorava por não poder fazer nada além de orar, pois nem o leite que eu tinha para dar para ela, eu podia, pois ela não bebia nada... qualquer coisa que colocasse em sua boca saia pela sonda.
Os médicos me diziam que possivelmente o bebê iria ficar com alguma sequela, cardíaca, respiratória, sei lá, ela iria precisar de cuidados sempre.
Mas eu tinha certeza em meu coração que Deus iria fazer sua obra completa e perfeita. Se minha fiha teve que passar por isso para que eu pudesse conhecer melhor o meu Deus, Ele não iria deixar que ficasse nenhuma sequela. E foi o que aconteceu, hoje minha filha além de linda é saudável, só o que restou daquela triste e angustiante história foi a certeza de que Deus ouve nossas oraçoes e a cicatriz, a pequena cicatriz na barriguinha de minha filha. Rsrsrs
Obrigada Jesus!
  • Bem vindos!

    Minha foto
    "Se da graça e da misericordia de Deus eu viver consciente, se nelas eu crescer e se for grata por elas, minha vida glorificará ao Senhor!"

    "Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." Gn 1. 1

    "Saberás que EU sou o SENHOR e que os que esperam em mim não serão envergonhados" Is 49.23b

    Eis que Deus não rejeita ao íntegro, nem toma pela mão os malfeitores. [Jó, 8:20 ]